sexta-feira, 13 de maio de 2011

Senzala Vazia

Estava revendo uma entrevista com a Clarice Lispector no Youtube. Quando ela ainda não era moda, já a admirava. Quando soube que ela amava tomar café de manhã sozinha, passei a achar que eu sou normal. Lembro-me da minha mãe falando que não entendia como a gente podia acordar de mau humor. Não é mau humor na verdade. O meu processo matinal é assim: primeiro eu tenho que me certificar que realmente estou aqui e o que é que eu estou fazendo. Sem tomar a segunda xícara de café é impossível definir a qualidade e o sentido do dia. E tem que ter bastante açúcar, pois sou hipoglicêmica. 
Ela falava também da morte de um bandido chamado Mineirinho, criminoso da década de 70 que havia levado 12 tiros da polícia. Com uma bala o sujeito já estava morto, dizia ela, o resto dos tiros foi vontade de matar, pretensão mesmo. Estou falando disto, porque na medida que você vai desenvolvendo sua aptidão para escrever ou para ser médium (o que para mim vibra na mesma sintonia) você vai percebendo os excessos que as pessoas cometem. Aprendi a ser umbandista pés no chão e hoje vou escrever deste jeito.
Como gostava de escrever ,nunca ,em minha adolescência, faltaram pessoas que me pedissem para escrever desde cartas românticas até redações escolares. Acabava fazendo porque o sonho de um jovem em qualquer época é ser popular. Bobagem. Ser escritor e/ou médium, meus queridos, pode te colocar em algumas saias justas.
A primeira ,no campo da mediunidade, é acharem que você é algum tipo de oráculo. Sempre tem um desavisado que vem te perguntar o que você prevê.Não caia neste tipo de armadilha. E se você tem um amigo que é médium de qualquer religião não faça perguntas fora do lugar em que ele professa sua fé. 
Um médium umbandista está sempre aprendendo e tem perguntas mil. Como todas as pessoas neste mundo. E como todos os demais seres humanos é suscetível a erros. Porque estamos aprendendo todos os dias. Entender que mediunidade é sinônimo de perfeição é pretensão no mínimo. 
Imagine você ser um pai/mãe de santo com uma gira composta de 30 médiuns. Imagine se todos resolvem contar seus sonhos da semana. E isso é muito comum. Os sonhos são interpretações de símbolos pessoais, e requerem paciência e observação individual. A sabedoria requer paciência e observação individual.
Eu vejo hoje o médium de Umbanda como um ser muito sensível, pois ele capta as informações e as traduz conforme sua cultura. Não é justo que seus amigos não vejam nele um ser humano, um reflexo do seu próprio ser. Cada um tem um dom diferente nesta vida e temos que conviver em paz e com respeito.
Hoje as torcidas de futebol organizadas assinaram um documento, que gostei muito da terminologia: Termo de Ajustamento de Conduta. Podíamos fazer o mesmo. Ajustar nossa conduta com relação as pessoas que conhecemos. Médiuns não são milagreiros nem tão pouco mágicos.São pessoas que querem conversar algo além de sua própria mediunidade, aprender e experimentar a vida, e com isto, por mais contraditório que possa parecer, serem melhores médiuns.
Creio na sincronicidade. Se você quer realmente saber algo importante sua fé e sua necessidade moverão energias que responderão aos seus anseios. Alguns falarão de merecimento, eu sempre te direi que é seu entendimento que te proporciona isto. No meio deste texto fui lá ver se tinha algo no site do Terreiro do Pai Maneco: de novo meu texto veio de encontro com o que pai Fernando está falando. Na primeira vez me surpreendi, nesta entendi: a Umbanda não tem dogmas ,mas tem um sentimento que nos norteia. Este sentimento é o da liberdade e o da expansão espiritual, porque meus caros, amor não tem limites e todas as senzalas jazem vazias. Saravá!


A rua na frente da minha casa sempre me remete a liberdade, porisso postei ela hoje aqui.

Texto do Pai Fernando Guimarães
http://www.paimaneco.org.br/textos/comentario-da-semana-6-pai-fernando

POR PROBLEMAS NO BLOGGER ESTA POSTAGEM HAVIA SIDO APAGADA. PEÇO A GENTILEZA DE POSTAREM SEUS COMENTÁRIOS NOVAMENTE.OBRIGADA!

27 comentários:

  1. A liberdade está acima de tudo, seja lá em que aspecto da vida.

    ResponderExcluir
  2. Você parece que advinha meus pensamentos. Aprendo muito lendo eles.

    ResponderExcluir
  3. Acho que li um texto seu sobre liberdade a um tempo atrás, gosto da sua ênfase em fé, religião, vida. Concordo, plenamente, com essa sua frase '' Se você quer realmente saber algo importante sua fé e sua necessidade moverão energias que responderão aos seus anseios.'' Acho que, independente de religião, a gente sempre encontra o que busca.

    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Liberdade, me remete instantâneamente aos nossos queridos Pretos Velhos! Adorei as Almas sempre!

    Lindo texto, cheio de emoção e Fé!

    Mil Bjs e Axé!

    @p_americo

    ResponderExcluir
  5. Hola Andréa, te saludo soy @EL_GARRICK y ya sigo tu blog, estoy batallando con el traductor de google, pero seguiré intentando. Saludos.

    ResponderExcluir
  6. Como ja lhe escrevi, pouco entendo desta sua fe tão bonita de se ler, Querida Xara! Mas desta sincronicidade e de energias acho q entendo um pouquinho, ou melhor, sinto em mim e em minha volta, as boas e as não tão boas!E creio q norteiam minha caminhada... Beijo!

    ResponderExcluir
  7. Saravá, minha irmã! Liberdade, liberdade e liberdade!
    Salve os pretos velhos, salve nossos avós!
    Manoel Leite

    ResponderExcluir
  8. Sempre acreditei nisto, quando vc está em busca de algo, de respostas, de entendimento, seja sobre o que for, da situação mais banal a mais séria, a vida te encaminha para encontra-las, seja num livro que te aparece por acaso, seja numa conversa que aparentemente é sem importância, seja num texto como este , etc. Quando vc se abre para o novo, para aprender, a Vida te responde imediatamente, é a sincronicidade divina.Bjs minha irmã querida.

    ResponderExcluir
  9. Oi Andréa guerreira de todas as horas, o texto está muito bom, sou fá da Clarice Lispector acho ela demais, sobre a fé, estou em uma fase de vida que tenho muita, meu guri vem ai, impressionante isso fez aflorar cada vez mais, fica mais forte, ela e verdadeira a quem sabe usar. Vlw

    ResponderExcluir
  10. Ô coisa boa poder comentar aqui no seu Blog Andréia!!
    Conte sempre comigo amiga!
    Liberdade é fazer o que se quer sem prejudicar ninguém e muito menos a si mesmo.É ser capaz de entender que somos diferentes e por isto mesmo ninguém é obrigado a pensar igual nem agir de acordo com um padrão.Chega de "achismo" e de querer o impossível de imaginar que existem pessoas mágicas e milagrosas.O milagre está em cada um de nós.Milagre é estar vivo,é amar, é ser feliz.Dentro desta trindade, respeito é bom e todo mundo gosta.beijos linda!Parabéns!

    ResponderExcluir
  11. Meu milgare veio pela tua mão hoje Simone, ao conseguir restaurar esta postagem. Muito obrigada!

    ResponderExcluir
  12. é muito bom seus textos!
    esse foi demais!
    Axé..

    ResponderExcluir
  13. VIVA A LIBERDADE!!!
    Obrigada pela ajuda.

    ResponderExcluir
  14. O problema são todos querendo respostas fora de si. Procuram respostas nos outros, nos dons dos outros, na vida dos outros, em filmes, novelas, querendo acreditar (culpar) que as respostas estão em fora, quando na verdade estão dentro de nós..

    ResponderExcluir
  15. Como ja escrevi antes, pouco sei sobre esta sua fe tão bonita, minha querida Xara! Mas creio na sincronicidade do ser humano com a energia da natureza, esta sim perene e fonte de liberdade!Oxala tenhamos a consciencia de usufruir de suas riquezas sem mata-la...Oxala sejamos merecedores...Bjs!

    ResponderExcluir
  16. Como é difícil ensinarmos aos outros quando nós somos alunos nesta Escola da Vida. Mas este é um dos grandes desafios da vida do médium, auxiliar com humildade para seguir em frente em sua jornada evolutiva.
    E o dia de hoje é perfeito para pedirmos humildade e sabedoria aos Pretos velhos que sempre nos acompanham e sabem exatamente cumprir esse papel!
    Adorei as Almas.
    Parabéns pelo texto.
    Beijo

    ResponderExcluir
  17. Realmente Andrea, a liberdade e o desejo que nos norteia. Desejamos ser livres, mas as vezes esse desejo nos torna escravos. E preciso ter cuidado para que a nossa liberdade nao aprisione o outro. Nao acredito na liberdade que aprisiona. Enfim, acho que estou sendo redundante. Rs. Viva a liberdade, desde que nao de ocasião as cadeias.

    ResponderExcluir
  18. Olá querida Andréa,
    Sempre sábias suas palavras e lógico muito instrutivas..
    Já que sou uma eterna médium em desenvolvimento..rsrs e como uma boa filha de santo, minha mãe respondendo a uma mensagem no dia das mães, por celular, foi curta em palavras mas ecoa em meus olhos (pois li a mensagem), até depois de amanhã; a seguinte frase: "O homem está em eterna evolução".

    Bom.. só quis compartilhar a frase que me faz questionar.. e junto com "todas as senzalas jazem vazias" de prontidão assim, me fez questionar mais ainda...
    (Minha opinião): os médiuns de coração e sedentos de aprendizado, adorariam voltar para a senzala, pois a liberdade de expressão, livre arbítrio e o canal intuitivo; os faz tremer dentro das calças e creio que tudo isso pareça ser pavoroso, assim como foi quando eles, os negros, receberam sua liberdade e pastaram do lado de fora e não sabiam por onde começar a vida.. enfim.. a disciplina de um terreiro, pode ser uma senzala para aqueles que fazem a caridade por obrigação.
    Desculpe a explosão de palavras e sem muito da essência da mensagem que gostaria de passar, mas tá aí, nas entrelinhas... creio que me compreendeu ou hahahaha me entendeu?!
    Grande beijo
    "Adorei as almas"

    ResponderExcluir
  19. Unir café e o excesso de açúcar à liberdade foi genial,para variar, né, amiga? A frase que diz que sabedoria requer paciência, nos remete à ideia de que tudo na natureza requer um certo tempo para nascer, né? Nós mesmos precisamos de 9 meses, por que não a sabedoria, que term tanta vida.
    Saiba amiga, você conforta a todos nós com suas palavras. Nós também aprendemos muito com você e sentimos muito a vida através de suas palavras. Mais uma vez, parabéns de todos os cuidadores online!

    ResponderExcluir
  20. Meu Deus, que maravilhoso texto *-* , parabéns , sabias palavras, muito bem colocadas! depois de uma passadinha no meu blog se possivel .. www.aforcaquedavida.blogspot.com/ beijos , axé

    ResponderExcluir
  21. Oi querida,

    Não me canso de dizer que quanto mais leio sobre essa fé, mais me encanto!
    Anseio pelo momento de experimentar o sentimento de liberdade e expansão espiritual.

    Um beijo muito carinhoso!

    ResponderExcluir
  22. LINDOOOO, INTELIGENTE!!!!!!!!! VINDO DE VC SÓ PODERIA MESMO SER ASSIM.QUE OYÁ DANCE LINDAMENTE EM TUA VIDA . QUE A FORÇA ESTEJA CONTIGO. AXÉ E LUZ, XERIN DE SONHO LINDO .... DIRCE DE OYÁ

    ResponderExcluir
  23. Oi Andréa querida! Estou ficando viciada em seus textos.

    Concordo com você… “Amor não tem limites” e acho que a evolução espiritual também não. Sou médium desenvolvida há 37 anos e trago até hoje o hábito de questionar, estudar, ler no minimo 02 (dois) livros por mês. Costumo dizer aos filhos de santo que, sem leitura, estudo e conhecimento espiritual não daremos condições para que as entidades se utilizem de todo o nosso potencial, na prática do amor e da caridade.
    Após todos esses anos de aprendizado entendi que quanto mais estudo mais aprendo, quanto mais aprendo mais entendo e tomo consciência que nada sei.
    Médiuns não são milagreiros nem tão pouco mágicos, concordo com você.
    As pessoas adoram pensar que o médium é um faz tudo, um analisador de sonhos ou um mágico de plantão, pronto para atender os seus menores desejos.
    Gosto de dizer aos mais afoitos; àqueles que desejam se beneficiar de favores e usam de artimanhas para elevar o orgulho e a vaidade dos médiuns, que minha bola de cristal foi para o conserto e ainda não voltou. Eu nada sei, as entidades merecem todos os créditos pois sou só a ferramenta e quem usa é o profissional.
    Como médium em constante aprendizado, sei que devo dar condição para que os filhos de santo sejam capazes de caminhar com as próprias pernas, utilizando de maneira consciente seu livre arbítrio e sua sensibilidade, com responsabilidade pelos créditos e débitos adquiridos rumo a evolução espiritual.
    Hoje as senzalas jazem vazias porque o amor que adveio dela permanece latente dentro do coração daqueles que, sensibilizados por seus ensinamentos e sabedoria, procuraram a evolução espiritual enquanto aprenderam a distribuir o amor incondicional.

    Abraço fraterno,
    Raquel

    ResponderExcluir
  24. Sempre muito delicado seus textos Andrea. Adoro sempre *-*

    ResponderExcluir
  25. Olá Andrea,

    Como sempre seus textos sempre vem a calhar com algo que eu li ou falei. E uma vez li um texto no JUS (Jornal de Umbanda Sagrada)sobre um rapaz chamado Manuel, que tinha sido uma péssima pessoa em vida e queria nascer de novo em qualquer condição: louco, canceroso, leproso, paralítico, tetraplégico, etc..., para corrigir os erros cometidos e Deus em sua infinita bondade apenas disse que Manuel deveria trabalhar como médium 4 horas por semana dos 20 aos 50 anos e que fazendo isso a dívida da outra vida estava quitada. Manuel aceitou e reencarnou, com 20 anos a mediunidade aflorou e ele foi cumprir sua missão e até os 40 anos a cumpriu direitinho. Um belo dia ele resolveu que não ia trabalhar e que ia ficar em casa pois já estava cansado de atender todas aquelas pessoas. Os mentores espirituais foram procurar por Manuel e quando descobriram que ele estava em casa e ouviram o que ele falou, um mentor falou para o outro: "Este é o espírito desesperado que queria nascer em qualquer condição para corrigir o que tinha feito de errado mas que Deus apenas lhe designou o papel de ser médium e assim sua dívida estava quitada?" O outro mentor respondeu: "É esse mesmo." E eu lembro que o texto terminava assim: Imagina o que irá acontecer ao Manuel quando este morrer. Escrevi este texto para dizer que concordo com você, seria muita pretensão achar que mediunidade é sinônimo de perfeição, aliás estamos longe de sermos perfeitos, pois somos humanos tanto quanto os que não são médiuns, e como humanos nós erramos. Erramos para aprender com nossos erros e evoluirmos.

    Eu e meus comentários compridos rsrs, mas assim como você, gosto muito de escrever. Como eu nunca falei pra ninguém que sou médium, nunca tive problemas com os outros me perguntarem se eu prevejo o futuro, se eu faço milagres, mas se me perguntassem eu iria lhes responder: não faço milagres e nem previsões, sou só um ser humano a quem Deus confiou um dom, o de ajudar a quem precisa, sem nada cobrar, sem me vangloriar por isto e sem tirar os devidos créditos de quem realmente o faz, que são as entidades, faço minhas, as palavras da Raquel, sou só a ferramenta de trabalho delas.

    ResponderExcluir
  26. Tá aí uma coisa pela qual passei... Sou de candomblé e todo mundo que me conhece sabe disso, nunca neguei. É minha religião, minha fé. Sou médium sim, mas isso não quer dizer que eu sei as respostas para todos os problemas do mundo! Estou aprendendo, como todos! Volta e meia alguém vem me contar um problema cabeludo e me pergunta se vai dar tudo certo ou pede p/ eu "fazer alguma coisa" p/ ajudar a resolver. Bom, eu não sei se vai dar tudo certo. Quer a resposta? Pergunte a Deus. Quer minha ajuda? Com todo prazer, rezarei por você. É o que posso fazer, assim como você e seu vizinho... Ser médium não significa ter poderes mágicos, operar milagres ou ter resposta para tudo...

    Existem vários tipos de médiuns: alguns incorporam, outros tem premonições, outros conversam com espíritos, outros psicografam... entro dos desígnos de Deus para cada um de nós, fazemos o pouco que conseguimos. Estamos aprendendo cada dia a viver e não somos diferentes de qualquer outra pessoa, assim como ser médium não é uma coisa rara...

    ResponderExcluir